Receita da Ebang cai 51% nos 6 meses de 2020

  •  
Receita da Ebang cai 51% nos 6 meses de 2020 (Foto: Pexels) Receita da Ebang cai 51% nos 6 meses de 2020

A Ebang International Holdings Inc., fabricante chinesa de hardware de mineração de bitcoin, relatou um prejuízo líquido de US$ 6,96 milhões durante os primeiros seis meses deste ano, abaixo dos US$ 19,07 milhões do ano anterior, devido à queda na demanda devido à pandemia do coronavírus.

De acordo com o Portal News Bitcoin, a receita da Companhia caiu 51%, atingindo os US$ 11,04 milhões, contra os US$ 22,35 milhões anteriormente. No semestre, a Ebang vendeu um total de 0,25 milhão de terahash por segundo (TH / s) de hashpower Bitcoin. O número representa um declínio ano a ano de 86% de 1,82 milhão de TH / s vendidos no mesmo período em 2019.

Contudo, as ações da Ebang subiram 0,3% para US$ 9,88 na Bolsa de Valores Nasdaq. As ações despencaram mais de 30% desde a listagem na bolsa em junho. 

Dong Hu, presidente e diretor executivo da Ebang, culpou o prejuízo na recessão econômica global induzida pela Covid-19 e no corte de fornecimento programado do Bitcoin para 11 de maio, que cortou os lucros das mineradoras e reduziu a demanda por fornecedores de equipamentos de mineração. 

Para o período, a Ebang, que fabrica chips de circuito integrado específico de aplicativo (ASIC) usados na mineração de bitcoin, relatou despesas operacionais totais de US$ 7,71 milhões em comparação com US$ 9,60 milhões no mesmo período do ano anterior.

Vale destacar que os fabricantes de hardware de mineração de bitcoins observaram um declínio na demanda devido à pandemia do coronavírus. 

Por outro lado, Dong Hu espera alavancar as trocas de criptografia e corretoras online que devem ser inauguradas em breve em Cingapura e no Canadá. Ele disse que a empresa pretende “capturar toda a cadeia de valor da indústria de blockchain” por meio de uma combinação de negócios financeiros com capacidade de blockchain e convencionais.

(Redação – Investimentos e Notícias)