FIBRA Prologis tem liquidez de US$ 345,8 mi no 3T19

  •  
FIBRA Prologis tem liquidez de US$ 345,8 mi no 3T19 Foto: Divulgação

A FIBRA Prologis (BMV:FIBRAPL 14), principal proprietária e operadora de bens imóveis industriais de Classe A no México, divulgou hoje os resultados do terceiro trimestre de 2019.

A ocupação ao final do período foi de 96,8%, enquanto o volume de arrendamento foi de 72.454 metros quadrados. A média ponderada de retenção de clientes foi de 95,4%. Já o aluguéis líquidos efetivos em renovações diminuíram 1,4%.

NOI em caixa da mesma propriedade aumentou 2,4%. O lucro líquido por CBFI foi de Ps. 0,7087 (US$ 0,0367) no terceiro trimestre, em comparação com Ps. 0,9621 (US$ 0,0497) no mesmo período de 2018.

Os fundos de operações (FFO - funds from operations) por CBFI foram de Ps. 0,7741 (US$ 0,0401) no terceiro trimestre, em comparação com Ps. 0,7817 (US$ 0,0402) no mesmo período de 2018.

"Apesar do sólido desempenho, o historicamente baixo volume de arrendamento no terceiro trimestre teve um impacto desproporcional em nossos resultados operacionais", disse o presidente-executivo da Prologis Property Mexico, Luis Gutiérrez. "No entanto, até a presente data em outubro, já fizemos mais arrendamentos do que em todo o terceiro trimestre".

"Nossa capacidade de gerar crescimento interno permanece um componente essencial do valor da FIBRA Prologis", acrescentou Gutiérrez. "Destacamos que a renda operacional líquida (NOI) em caixa da mesma propriedade aumentou 2,4%".

A FIBRA Prologis encerrou o terceiro trimestre com uma alavancagem de 32,0% e liquidez de Ps. 6,8 bilhões (US$ 345,8 milhões), que incluiu Ps. 6,4 bilhões (US$ 325,0 milhões) de capacidade disponível em sua linha de crédito não-garantido e Ps. 409,9 milhões (US$ 20,8 milhões) em caixa irrestrito.

No terceiro trimestre, executamos um swap de taxas de juros de flutuantes para fixas sobre $ 240 milhões a uma taxa com tudo incluído de 1,75%, substituindo um swap expirado em julho", disse o vice-presidente sênior de Finanças da Prologis Property Mexico, Jorge Girault. "Nosso balanço patrimonial continua em excelente posição, com liquidez significativa, baixa alavancagem e custo da dívida atraente".

(Redação - Investimentos e Notícias)