Ibovespa acumula ganhos 8,53% no ano

  •  
Ibovespa acumula ganhos 8,53% no ano (Foto: Pexels) Ibovespa acumula ganhos 8,53% no ano

O Ibovespa encerrou a semana registrando 82.921 pontos, o que representou uma queda de 0,91% no dia. Por outro lado, no acumulado do ano, a alta do índice já segue com alta de 8,53%.

Já o Ifix, o índice que mede o desempenho médio dos Fundos Imobiliários no Brasil, encerrou o pregão da quinta-feira em alta, aos 0,09%.

De acordo com os analistas da Toro Investimentos, no cenário interno, Jair Bolsonaro (PSL) confirmou o favoritismo e venceu o primeiro turno das eleições com 46% dos votos válidos. Na primeira pesquisa para o segundo turno, Bolsonaro bateria Fernando Haddad (PT) por 58% a 42%. A maior parte dos demais partidos declarou-se neutra na disputa. 

No cenário externo, incertezas na China, na Itália e nos Estados Unidos se acumularam e fizeram os principais índices mundiais despencarem. Até essa quinta-feira, o Xangai Composto acumulava perdas de 8,43%, enquanto os demais índices caiam todos acima de 4%.

Principais ações

Nesta semana, o conselho de administração da Qualicorp (QUAL3) divulgou que quaisquer novas operações com partes relacionadas devem ser submetidas à aprovação em assembleia geral de acionistas. A Companhia ainda informou que recebeu comunicação de Seripieri Filho dizendo renunciar à totalidade da remuneração variável como presidente no exercício atual. O atual CEO se comprometeu a comprar ações da QUAL3 ao longo dos pregões, em um valor mínimo equivalente à indenização de R$150 milhões, que recebeu como parte do acordo com a Companhia.

O CEO da BRF (BRFS3), Pedro Parente, informou na segunda-feira (08) que o atual vice-presidente executivo, Lorival Luz, irá sucedê-lo. Em conferência com investidores, Parente disse que ele ainda participará das decisões estratégicas da Companhia após a sucessão e uma porta-voz disse que permaneceria como presidente do conselho da BRF.

A BRF também planeja concluir em dezembro a venda de ativos internacionais na Argentina, na Europa e na Tailândia. Com as vendas, a Companhia pretende levantar US$5 bilhões, com os quais pretende reduzir seu endividamento. O plano ainda tem como objetivo reverter a queda de margens de lucro até 2019 e retomar níveis históricos até 2020.

O Conselho de Administração da Vale (VALE3) está próximo de aprovar investimentos de US$1 bilhão para a expansão da mina de cobre Salobo. A decisão visa a diversificação da produção, dada a crescente demanda internacional pelo metal.

A MRV (MRVE3) divulgou na terça-feira (09) dados operacionais, com aumento de 18,5% dos lançamentos na comparação anual, atingindo R$1,7 bilhão. Segundo a construtora, o número poderia ser maior, porém a Companhia teve alguns atrasos na liberação de licenças de projetos por parte de algumas prefeituras. As vendas líquidas tiveram queda de 9% e os distratos aumentaram 5,5%.

Ainda no setor de construção, a Direcional (DIRR3) também divulgou sua prévia operacional. A construtora lançou nove empreendimentos no 3T18, registrando um valor geral de vendas (VGV) de R$1,6 bilhão, alta de 88%. Todos os lançamentos foram do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). As vendas líquidas somaram VGV de R$1 bilhão, aumento de 74%.

A Gafisa (GFSA3) também divulgou a prévia dos resultados operacionais do terceiro trimestre de 2018. No período, a companhia lançou apenas um projeto, no valor de R$ 71,1 milhões. De acordo com a construtora, o menor volume de lançamentos no trimestre é efeito da ‘’estratégia da Gafisa em focar os lançamentos para o primeiro semestre do ano, devido às incertezas macroeconômicas do mercado brasileiro esperadas para o segundo’’.

A Petrobras formará uma empresa com a americana Murphy para atuar na área de exploração e produção no Golfo do México e receberá uma compensação de até US$1,1 bilhão, correspondente à diferença de valor entre os ativos aportados por ambas no negócio.

Na quarta-feira, 10, a ANP manteve decisão de não pagar à Petrobras subsídios relativos à primeira fase do programa de subvenção ao diesel. A estatal esperava receber aproximadamente R$60 milhões, referentes ao esse período de 30 de maio a 7 de junho.

Carteira Teórica

Entre as ações com maior peso na carteira teórica (que vigora de 03 de setembro a 28 de dezembro) a Vale ON (VALE3) perdeu 1,76%, aos R$ 56,48; Itauunibanco PN N1 (ITUB4) subiu 0,55%, a R$ 47,50; Bradesco PN N1 (BBDC4) registrou ganhos de 3,07%, a R$ 31,93; Ambev S/A ON (ABEV3) recuou 3,74%, a R$ 16,99 e a Petrobras PN (PETR4) valorizou 5,55%, a R$ 25,29.

Commodities

O petróleo referência, Brent, ficou em queda na bolsa de Futuros de Londres a 4,31% a US$ 80,53 o barril.

O petróleo WTI ficou com perdas de 3,82%, cotado a US$ 71,50 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

(Redação – Investimentos e Notícias)