Ibovespa recua 0,89% nesta quinta-feira (21)

  •  
Ibovespa recua 0,89% nesta quinta-feira (21) (Foto: Pexels) Ibovespa recua 0,89% nesta quinta-feira (21)

O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3, opera com perdas nesta quinta-feira, 21. Às 12h32, o índice recuava 0,89%, aos 118.600 pontos. O volume financeiro somava R$ 11.857 bilhões.

Dentre as ações que compõem o Ibovespa hoje, os papéis que mais valorizavam: Petrorio ON (4,65%), Sid Nacional ON (1,51%) e a Usiminas PNA (1,20%). As maiores quedas: EZTEC ON (-3,92%) e a Cyrela ON (-3,62%).

Agenda

O Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 1,1%, na atividade econômica em novembro, em comparação a outubro, e de 4,4% no trimestre móvel findo em novembro, em comparação ao trimestre móvel findo em agosto, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Na comparação interanual, a economia apresentou queda de -0,6% em novembro e de -1,7% no trimestre móvel findo em novembro.

Já a pesquisa Sondagem Industrial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que, pela primeira vez em dez anos, houve aumento de emprego no mês. O índice de evolução do número de empregados ficou em 50,5 pontos, acima da linha divisória de 50 pontos, demonstrando crescimento do emprego.

Vale destacar que ontem o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, manter a taxa Selic em 2,00% a.a.

Exterior

Os pedidos semanais de seguro-desemprego nos Estados Unidos recuaram na semana terminada em 15 de janeiro de 2021. Foram registrados 900 milhões pedidos de seguro-desemprego, segundo dados do Departamento de Trabalho do País. Os analistas esperavam 910 milhões de pedidos na semana avaliada, contra os 926 milhões registrados na semana anterior (dado revisado).

Fechamento anterior

Ontem, 20, o Ibovespa encerrou o pregão com uma queda de 0,82%. O índice fechou a sessão aos 119.646,40 pontos, com um giro financeiro de R$ 28,242 bilhões. Entre as ações com as maiores altas estão: B2W Digital, alta de 8,53%, Magazine Luiza, alta 5,56%, e Lojas Americanas, alta de 4,06%.

(Redação – Investimentos e Notícias)