Dólar começa a semana com forte alta de 2,45% a R$ 5,517

  •  
Dólar começa a semana com forte alta de 2,45% a R$ 5,517 Foto: Divulgação Dólar começa a semana com forte alta de 2,45% a R$ 5,517

O dólar comercial abriu os negócios nesta segunda-feira (22) com forte alta de 2,36%, cotado a R$ 5,510 na compra e a R$ 5,512 na venda, com investidores domésticos cautelosos depois que o presidente Jair Bolsonaro indicou o general Joaquim Silva e Luna para assumir os cargos de conselheiro e presidente da Petrobras. Às 9h47, a moeda saltava 2,45%, cotada a R$ 5,515 na compra e a R$ 5,517 na venda.

O dólar hoje já oscilou entre a mínima de R$ 5,508 e a máxima de R$ 5,531. O turismo avançava 1,78%, com negócios entre R$ 5,54 e R$ 5,72.

Na última sexta-feira (19), o dólar encerrou a sessão em baixa, em meio a apostas de alta de juros em março e também com agenda do Congresso e falas de Bolsonaro no radar. A moeda norte-americana recuou 1,03% e fechou cotada a R$ 5,383 na compra e a R$ 5,385 na venda. O dólar terminou a semana acumulando leve alta de 0,20%.

O Banco Central (BC) anunciou que realizará nesta segunda-feira (22), leilão de venda conjugado com leilão de compra de moeda estrangeira no mercado interbancário de câmbio, na modalidade pós-fixado Selic, para fins de rolagem do vencimento de 02/03/2021. O BC acolherá as propostas das 10h15 às 10h20 e será aceito no màximo US$ 1,60 bilhão.

Anunciou também, que realizará leilão de swap tradicional para fins de rolagem do vencimento de 01/03/2021. A entidade acolherá propostas das instituições financeiras das 11h30 às 11h40. Serão ofertados até 19.000 contratos com vencimento em 01 de junho de 2021 e 01 de outubro de 2021.

(Redação - Investimentos e Notícias)