Marcio Lacerda deixa disputa pelo governo de Minas Gerais e PSB

  •  
Marcio Lacerda deixa disputa pelo governo de Minas Gerais e PSB Foto: Divulgação

Marcio Lacerda, ex-prefeito de Belo Horizonte, anunciou hoje, 21, a retirada de sua candidatura ao governo de Minas Gerais e a sua desfiliação do PSB.

 

O político reclamou sobre a articulação feita entre PSB e PT para derrubar sua candidatura e apoiar a do atual governador, Fernando Pimentel (PT), que tenta a reeleição.

A diretoria provisória do PSB mineiro impugnou no sábado, 18, a candidatura do ex-prefeito no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).

O diretório de Minas foi dissolvido em 2 de agosto pelo presidente do PSB, Carlos Siqueira, sob a alegação de que a direção estadual não respeitou as diretrizes nacionais do partido.

A convenção nacional da legenda, que aconteceu no dia 5 de agosto, decidiu que não teria candidato próprio ao governo estadual e aprovou a aliança com o PT em apoio à reeleição de Pimentel. No entanto, Lacerda manteve a coligação com o MDB e registrou sua candidatura no TRE-MG.

Um recurso de Lacerda seria analisado nesta terça-feira pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas não consta mais na pauta de julgamento da corte eleitoral.

Nas redes sociais, o ex-prefeito publicou: "Dois comandos partidários, de forma antidemocrática e arbitrária, fizeram, na calada da noite, nos porões sombrios dos gabinetes em Brasília, o mais podre dos conchavos políticos. A cúpula do PSB e do PT conspiraram para retirar a minha candidatura a governador de Minas Gerais, impedindo a desvinculação definitiva do tradicional papel de braço do PT, desempenhado pelo PSB".

(Redação - Investimentos e Notícias)