Crédito imobiliário atinge R$ 4,88 bilhões em novembro de 2018

Em novembro, as concessões de financiamento imobiliário com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) atingiram R$ 4,88 bilhões, montante 13,9% inferior ao de outubro e 54,9% superior ao de novembro de 2017. Os dados são da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Caixa reduz juros do crédito imobiliário

Nesta sexta-feira (24), a Caixa anunciou a redução de até 0,5 p.p. das taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). As taxas mínimas passaram de 9% a.a para 8,75% a.a, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 10% a.a para 9,5% a.a, para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). 

Santander reduz juros anuais de crédito imobiliário a 8,99% ao ano

Após ter sido o primeiro banco a baixar a taxa de juros anuais do crédito para a casa de um dígito, em julho do ano passado, agora o Santander se posiciona novamente com a menor taxa do mercado, de 8,99% ao ano no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 9,49% ao ano para Taxa de Mercado (Carteira Hipotecária). A partir de hoje (25), os clientes do Banco terão acesso às novas condições, que irão vigorar até 31 de julho de 2018.

Santander inicia contratação online de crédito imobiliário

O Santander acaba de lançar uma plataforma que oferece aos clientes a possibilidade de contratar o crédito imobiliário online, do início ao fim do processo. Os interessados podem simular, aprovar o crédito, enviar os dados e os documentos necessários pelo celular ou computador. Só será necessário ir à agência no momento da assinatura do contrato, já que é necessário registrar o contrato no Cartório de Imóveis competente. Com isso, estima-se que o prazo médio para a finalização do processo cairá dos atuais 60 dias para apenas 30.

Como ter eficácia na concessão de crédito imobiliário

Um dos principais sonhos dos brasileiros é o de comprar uma casa própria e não depender mais de aluguel. Porém, em tempos de crise econômica, inflação elevada e altas taxas de juros, ter acesso ao mercado imobiliário está cada vez mais difícil. Tanto os consumidores que estão com um menor poder aquisitivo, quanto as empresas do setor, incorporadoras e construtoras, que querem vender e não encontram potenciais compradores passam por dificuldades.

Caixa prevê R$ 90 bi em crédito imobiliário em 2016

A Caixa deve desembolsar cerca de R$ 90 bilhões em novos financiamentos imobiliários em 2016, repetindo o volume registrado no ano passado. A projeção foi feita pelo diretor de Habitação do banco, Teotonio Rezende, durante Summit Imobiliário Brasil 2016, evento realizado em São Paulo nesta terça-feira (12).

Assinar este feed RSS