Índice Bens Finais puxa alta do IPA-M na primeira prévia de janeiro

  •  
Índice Bens Finais puxa alta do IPA-M na primeira prévia de janeiro Foto: divulgação Índice Bens Finais puxa alta do IPA-M na primeira prévia de janeiro

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), um dos componentes do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) da Fundação Getulio Vargas, registrou variação de 1,03%, na primeira prévia de janeiro. No mesmo período do mês de dezembro, o índice variou 0,96%. A taxa de variação do índice referente a Bens Finais passou de 0,47% para 0,70%. Contribuiu para este movimento o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de -1,73% para 3,66%. O índice correspondente aos Bens Intermediários variou 1,04%, ante 1,47%, no mês anterior. A principal contribuição para este recuo partiu do subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, que passou de 4,02% para 1,95%.

O índice referente a Matérias-Primas Brutas registrou variação de 1,42%. No mês anterior, a taxa foi de 0,96%. Entre os itens com taxas em trajetória crescente, destacam-se: minério de ferro (1,99% para 6,59%), cana-de-açúcar (0,46% para 1,05%) e milho (em grão) (1,34% para 2,22%). Em sentido oposto, vale mencionar: soja (em grão) (0,70% para -1,01%), suínos (3,06% para -4,93%) e mandioca (aipim) (2,49% para -0,97%).

(Redação - Investimentos e Notícias)