Anúncio de redução de taxa de juros pela Caixa dá novo fôlego ao mercado imobiliário

Pelas novas regras, houve uma redução de até 1,25% na taxa de juros anual e passou-se a admitir financiamento de até 70% do valor do bem para imóveis usados. Quanto aos imóveis novos, foi mantido o patamar de 80% do valor do bem. Com a melhoria nas condições de financiamentos habitacionais vinculados ao Sistema Brasileiro de Empréstimos e Poupança (SBPE), a expectativa é de que haja o aquecimento da venda de imóveis novos e usados.

Taxa de juros de empréstimo pessoal tem leve queda em janeiro, aponta Procon-SP

Pesquisa de taxa de juros realizada pela Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em 8 de janeiro, aponta que a taxa de juros do empréstimo pessoal apresentou leve queda; no cheque especial não houve mudança. Fazem parte da pesquisa os seguintes bancos: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander.

Governo reduz taxa de juros de empréstimos consignados

Após quatro cortes consecutivos na taxa básica de juros da economia, o governo federal reduziu os valores máximos dos juros cobrados em empréstimos consignados para servidores públicos federais, aposentados e pensionistas. Desde que foi criado, em 2008, esta é a primeira vez que o teto desse tipo de taxa de juros é reduzido para servidores públicos da União.

Yellen comunica possível alta relativa dos juros

Nesta quinta-feira, 17, a presidente do banco central norte-americano, Janet Yellen, comunicou que o Federal Reserve (Fed) pode subir a taxa de juros, de forma relativa, em breve. Isto ocorrerá, segundo Yellen, se os indicadores econômicos continuarem em ritmo de elevação no que diz respeito ao mercado de trabalho, bem como a alta da inflação.

Assinar este feed RSS