Carteira recomendada da Toro Investimentos para dezembro de 2019

  •  
Carteira recomendada da Toro Investimentos para dezembro de 2019 (Foto: Pexels) Carteira recomendada da Toro Investimentos para dezembro de 2019

Para o último mês do ano, não será possível ver grandes movimentações políticas que possam dar uma direção mais definida ao índice Ibovespa, salvo caso as negociações entre Estados Unidos e China cheguem a algum acordo, o que é considerado improvável.

Por outro lado, as divulgações de dados de varejo após a Black Friday, a qual espera-se que tenha trazido bom desempenho ao setor. A divulgação do PIB do terceiro trimestre e da produção industrial podem aumentar o otimismo, caso surpreendam positivamente.

Por fim, a decisão de taxa de juros aqui e nos Estados Unidos também deve ser acompanhada de perto. A Taxa Selic teve seu último corte para 4,50% a.a. Já nos EUA, deve manter o atual patamar de 1,50% a 1,75% a.a. Confirmando-se esse cenário, não devemos ver o dólar revertendo de forma significativa seu recente movimento de alta.

Assim, nossos analistas da Toro Investimentos separaram cinco empresas que têm potencial de superar a performance do Ibovespa.

Eles recomendam o investimento de 20% do capital em cada uma das ações recomendadas, lembrando que a Bolsa de Valores é um investimento que contém risco e rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Empresas

Cogna
O setor de Educação começa a apresentar evolução na base de novos alunos. Agora, menos dependente do FIES, as empresas do segmento devem mostrar crescimento das receitas acima da média de outros setores. A entrada de fluxo comprador nas ações de COGN3 no mês de outubro, deixa para trás uma tendência de baixa. Isso será apenas o inicio de um movimento longo de alta e estamos otimistas para o mês de dezembro.

Equatorial Energia
Virada a página da crise que o País passou, é hora de olhar para o crescimento. Nesse assunto, não tem como não olhar para as empresas do setor de energia elétrica. A Equatorial, uma vez que a firma apresenta resultados robustos e mostra que tem espaço para crescer nos próximos anos. No curto prazo, a empresa teve o desdobramento das suas ações na Bolsa, isso normalmente atrai novos compradores. Ela negocia dentro de uma tendência de alta e, caso venha superar o preço de R$ 21,00, pode iniciar um movimento mais acentuado de valorização.

Movida
Com a queda na taxa de juros e a retomada do crescimento da economia, o segmento de seminovos deve ter um crescimento acima da média. Segmento muito bem explorado pela Movida. Em meados do mês de outubro, tiveram um fluxo mais comprador na ações de (MOVI3), com esse movimento, o ativo trabalha dentro de uma tendência de alta de curto prazo que, caso venha superar a região de preços de R$ 17,60, poderemos observar altas mais significativas.

Rumo
Não tem como não citar o setor de infraestrutura e Logística quando mencionar o crescimento da economia. A RUMO está bem posicionada no setor, principalmente no escoamento das safras para os portos. A Empresa começa a mostrar resultados promissores e isso é reflito na valorização de suas ações em 2019. Em tendência de alta há alguns meses, as valorizações recentes não terminaram. O rompimento da região de preços de R$ 24,60, pode gerar novo fluxo comprador neste ativo em dezembro.

Sanepar
A Sanepar é uma empresa de saneamento básico do Estado do Paraná. A companhia tem uma boa gestão operacional e consegue entregar resultado para seus acionistas. Recentemente, a Sanepar melhorou suas margens e aumentou seus lucros. Com uma boa previsibilidade de caixa, a empresa é um dos destaques do setor. As ações da SANEPAR (SAPR11), negociam em tendência de alta e ela pode romper os patamares de R$ 92,00 e seguir no movimento altista no mês de dezembro.

(Redação – Investimentos e Notícias)