Governo Central registra déficit primário de R$ 95,1 bi em 2019

De acordo com os dados divulgados hoje, 29, pelo Tesouro Nacional, o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) cumpriu sua meta de déficit primário, com folga, em 2019. Isso aconteceu graças às receitas extras do pré-sal e o empoçamento de recursos que não conseguiram ser gastos.

  • Publicado em Economia

ANBIMA reduz para 5% estimativa da Selic em 2019

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) anunciou que o Grupo Consultivo Macroeconômico da instituição reduziu pela terceira vez consecutiva a projeção da taxa básica de juros no fim deste ano, para 5%. Em junho, a ANBIMA havia anunciado que a projeção era de 5,75% e em julho havia passado para 5,25%.

  • Publicado em Economia

Receita do PayPal cresce 12% no 2T19

A plataforma de tecnologia global e líder de pagamentos digitais PayPal Holdings, Inc. (NASDAQ: PYPL) anunciou, no último dia 24, os resultados do segundo trimestre para o período encerrado em 30 de junho de 2019.

Lucro líquido da ABB atinge US$ 64 milhões no 2T19

A multinacional ABB apresentou um crescimento de 1% nos pedidos globais durante o 2º trimestre de 2019, em relação ao mesmo período do ano anterior. Na mesma comparação, em dólares, o faturamento aumentou 7%, e o lucro líquido da companhia foi de US$ 64 milhões, incluindo um encargo de US$ 455 milhões relacionado à venda do negócio de inversores solares. As incertezas macroeconômicas e geopolíticas não foram um empecilho para os bons resultados da empresa nos primeiros seis meses do ano. As encomendas se desenvolveram particularmente bem em toda a América do Sul, especialmente no Brasil, que viu os pedidos aumentarem 36% no 2º trimestre, e alta de 20% no semestre.

Fusões e aquisições crescem no 1T19, aponta KPMG

O número total de fusões e aquisições manteve tendência de crescimento no primeiro trimestre de 2019. Nesse período, foram registradas 250 operações, contra 243 do trimestre anterior (alta de 3%) e 234 registradas no primeiro trimestre do ano anterior (alta de 7%). Os dados constam em levantamento exclusivo realizado pela KPMG.

Assinar este feed RSS