Indústria brasileira de fundos tem captação líquida de R$ 32,4 bilhões

A indústria brasileira de fundos de investimento teve captação líquida de R$ 32,4 bilhões entre os dias 1º e 18 de outubro, de acordo com as estatísticas da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). O destaque é para a classe de renda fixa, com ingressos líquidos de R$ 12,6 bilhões no período. No ano, até 18 de outubro, a indústria de fundos acumula captação líquida de R$ 244,8 bilhões.

(Redação - Investimentos e Notícias)

Fundos de pensão acumulam rentabilidade de 9,92% e patrimônio soma R$ 826 bilhões

Os fundos de pensão tiveram rentabilidade média de 9,92% até agosto no período de 12 meses, acima da TJP (Taxa de Juros Padrão), que ficou em 8,48%. Os dados são da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), que informou também que a rentabilidade dos fundos de pensão em agosto foi de 1,82% enquanto a TJP ficou em 0,51%.

Funcesp tem superávit de mais de R$ 1,4 bi nos investimentos em 2016

O ano de 2016 foi muito positivo para a Funcesp, maior fundo de pensão do país patrocinado pela iniciativa privada. “Tivemos superávit de mais de R$ 1,4 bilhão nos investimentos”, comentou, na última quarta-feira, o presidente da entidade, Martin Glogowsky, em evento em que apresentou o Relatório Anual de Atividades de 2016. “Nossa filosofia é correr o menor nível de risco possível para superarmos as metas atuariais”. A entidade fechou 2016 com rentabilidade de 18,51%, bem acima da meta que havia sido fixada em 12,87%. No resultado consolidado do primeiro trimestre de 2017, a rentabilidade da Funcesp foi de 5,97% ante meta atuarial de 2,84%, com superávit de R$ 661 milhões, revelou Jorge Simino Junior, diretor de Investimentos e Patrimônio da entidade. O patrimônio da fundação em março era de R$ 27 bilhões.

PF investiga fraudes nos quatro maiores fundos de pensão do país

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (5) a Operação Greenfield, que investiga crimes de gestão temerária e fraudulenta em quatro dos maiores fundos de pensão do país: Funcef, Petros, da Petrobras Previ e Postalis. A operação conta com o auxílio técnico do Ministério Público Federal, da Superintendência Nacional de Previdência Complementar e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

PPS quer ex-presidentes e Eduardo Cunha na CPI dos Fundos de Pensão

O vice-líder da minoria na Câmara, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), apresentou hoje (8) um requerimento na Comissão Parlamentar de Inquérito dos Fundos de Pensão para a convocação do ex-presidente da OAS Leonardo Pinheiro, do ex-presidente da Previ Ricardo Flores e do ex-presidente da Funcef Carlos Augusto Borges, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Participantes de fundos de pensão poderão fazer resgate parcial

O Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) aprovou nesta quarta-feira (25) resolução que autoriza participantes de fundos instituídos (fundos de pensão de associações, sindicatos ou cooperativas) a resgatar, a partir de 2016, parte dos recursos aplicados. Os participantes poderão sacar o dinheiro após 36 meses de contribuição e a retirada será de, no máximo, 20% das contribuições “normais” efetuadas pelo participante.

Assinar este feed RSS