Afya registra lucro líquido ajustado de R$ 72,3 milhões no 3T19

  •  
Afya registra lucro líquido ajustado de R$ 72,3 milhões no 3T19 Foto: Divulgação

A Afya Educacional, grupo de educação médica continuada, anunciou seus resultados do terceiro trimestre de 2019.

Segundo a empresa, considerando o número de vagas de graduação de Medicina autorizadas pelo Ministério da Educação (1.684 vagas), a escola encerou o período com com um forte crescimento na base de alunos. Só de Medicina o número saltou de 3.008 alunos no 3T18 para 6.388 no 3T19, representando um crescimento de 112,4%. Em relação à base final do 1º semestre deste ano, a expansão foi de 15,1%.

 

Entre os outros cursos do segmento de saúde, a Afya passou de 2.250 alunos matriculados no 3T18 para 6.494 no 3T19. Além disso, o grupo ainda tem 6.786 alunos em cursos preparatórios para provas de residência médica e educação continuada e outros 4.871 em especializações médicas.

Em relação aos números, a Afya Educacional fechou o período com EBITDA Pro Forma ajustado de R$ 80,8 milhões (crescimento de 147%), enquanto o lucro líquido Pro Forma ajustado foi de R$ 72,3 milhões (crescimento de 154,7%).

A receita líquida Pro Forma ajustada registrou R$ 206,7 milhões (crescimento de 123,7%). Já a margem EBITDA ajustada no trimestre expandiu 370 pontos base (bps), passando de 35,4% em 2018 para 39,1% em 2019.

Para o CEO da Afya Educacional, Virgílio Gibbon, os números do 3º trimestre confirmam os compromissos assumidos pela empresa em 2 de setembro, quando a Afya publicou um Guidance (projeções financeiras): chegar ao final do 2º semestre de 2019 com receita líquida Pro Forma ajustada entre R$ 415 e 430 milhões e margem EBITDA Pro Forma ajustada entre 38 e 40%.

'Temos feito avanços significativos na nossa estratégia e operação, com destaque para a integração das aquisições recentes, que se tornam cada vez mais sinérgicas e rentáveis. O crescimento, seja de forma orgânica ou por meio da compra de instituições de Medicina, segue como uma frente altamente relevante. Nosso objetivo é conquistar mil novas vagas de Medicina em dois a três anos. Com a aquisição, em novembro, da UniRedentor, com 112 vagas autorizadas e que marcou nossa entrada na graduação de Medicina no estado do Rio de Janeiro, bem como do IPEC, em Marabá, com 120 vagas de Medicina.'

(Redação - Investimentos e Notícias)