Expectativa de Inflação dos Consumidores tem 3ª queda consecutiva, aponta FGV

  •  
Expectativa de Inflação dos Consumidores tem 3ª queda consecutiva, aponta FGV Foto: Divulgação Expectativa de Inflação dos Consumidores tem 3ª queda consecutiva, aponta FGV

A inflação mediana prevista pelos consumidores brasileiros para os 12 meses seguintes recuou 0,4 p.p entre abril e maio, de 10,7% para 10,3%, de acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira, 23, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Esta foi a terceira queda consecutiva do indicador, após 13 meses de altas.

“Os resultados mostram uma clara reversão nas expectativas de inflação dos consumidores para os próximos 12 meses, confirmando nossas previsões com relação à trajetória desse indicador. A mudança de tendência pode ser explicada principalmente pela diminuição do IPCA acumulado em 12 meses e o arrefecimento do efeito sazonal nos preços monitorados e de educação”, afirma o economista Pedro Costa Ferreira, da FGV/IBRE.

Houve desaceleração das expectativas de inflação em todas as classes de renda. A faixa de renda mais baixa continua prevendo a inflação mais alta para os 12 meses seguintes: 10,7%.

Considerando-se a distribuição de respostas, a novidade em maio é que menos da metade dos consumidores pesquisados esperam inflação superior a 10% nos próximos 12 meses. Isso ocorre pela primeira vez desde novembro de 2015. O intervalo entre 10,0% e 12,0% continua sendo o mais citado pelos consumidores, mas houve redução da frequência de citações nesta faixa, de 28,0% do total em abril para 26,6% em maio.

(Redação - Agência IN)