Helbor anuncia resultado líquido negativo em R$ 74 mi

Helbor anuncia resultado líquido negativo em R$ 74 mi (Foto: Divulgação) Helbor anuncia resultado líquido negativo em R$ 74 mi

No 3T17, o resultado líquido da Helbor Empreendimentos ficou negativo em R$ 74,7 milhões, com margem líquida negativa de 84,3%. Comparativamente ao 2T17, o resultado líquido apresentou variação de -5,8%, com diminuição da margem líquida em 1810 pontos base.

Já o resultado bruto totalizou o valor negativo de R$ 11,0 milhões no 3T17, diminuição de 17,5% em relação ao 2T17. A margem bruta atingiu -12,4% no trimestre, contra os -11,1% de margem apresentados no 2T17 e 12,6% no 3T16. A margem bruta ajustada atingiu 13,8% no 3T17. No acumulado do ano a margem bruta registrou -6,8% e a margem bruta ajustada 14,4%.

A receita operacional bruta apresentou redução de 37,0%, passando de R$ 138,7 milhões no 3T16 para R$ 87,4 milhões no 3T17. Comparando com os R$ 117,5 milhões reportados no 2T17, a receita no trimestre reduziu 25,8%. Na análise do acumulado do ano, a receita bruta apresentou redução de 43,7%, atingindo R$ 394,7 milhões no 9M17.

A receita operacional líquida diminuiu 38,1% no 3T17, passando de R$ 143,1 milhões no 3T16, para R$ 88,6 milhões no 3T17. Na comparação com o 2T17, houve uma redução de 26,1%. Na análise do acumulado do ano, a receita líquida apresentou uma redução de 43,4%, atingindo R$ 397,6 milhões no 9M17.

O EBITDA, no 3T17, atingiu o valor negativo de R$ 53,2 milhões, 5,4% inferior quando comparado ao 2T17. A margem EBITDA, por sua vez, foi de -60,1%, uma variação de 1800 pontos base em relação ao 2T17. A margem EBITDA ajustada pelos encargos financeiros no custo e ajuste a valor presente atingiu -36,0% no 3T17, redução de 1520 pontos base em relação ao 2T17. No 9M17, o EBITDA atingiu valor negativo de R$ 147,2 milhões, com margem EBITDA de -37,0%, e margem EBITDA ajustada de -16,7%.

Vale destacar que a companhia não realizou lançamentos no 3T17. No acumulado dos nove primeiros meses de 2017, os lançamentos totalizaram R$ 387,9 milhões em VGV total e R$ 199,5 milhões em VGV Helbor, apresentando aumento de 620,3% e 429,2%, respectivamente, em relação ao 9M16.

As vendas contratadas totais atingiram R$ 213,2 milhões no 3T17, um aumento de 46,3% em relação ao 3T16 e uma redução de 35,9% em relação ao trimestre anterior. A parte Helbor correspondeu a R$ 145,7 milhões (77,3% das vendas totais), um aumento de 45,3% quando comparado ao 3T16 e uma redução de 23,5% em relação ao 2T17. Nos nove primeiros meses de 2017, as vendas contratadas totalizaram R$ 807,5 milhões em VGV total e R$ 583,5 milhões em VGV parte Helbor, representando um crescimento de 29,3% e 21,5%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2016. Os distratos no 3T17 totalizaram R$ 150,7 milhões, sendo a parte Helbor R$ 114,8 milhões, e nos nove primeiros meses de 2017 atingiram R$ 468,3 milhões, sendo a parte Helbor R$ 358,0 milhões.

Por fim, o estoque total a valor de mercado no encerramento do 3T17 somou R$ 2.382,6 milhões, sendo R$ 1.742,4 milhões referentes à parte Helbor (73,1% de participação). Em relação ao 2T17, o estoque teve uma diminuição de 3,3% e a parte Helbor uma queda 2,5%.

(Redação – Investimentos e Notícias)