Indústria de materiais de construção cresce 1,2% em 2018

  •  
Indústria de materiais de construção cresce 1,2% em 2018 Foto: Divulgação

A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga nesta quinta-feira, 17 de janeiro, a nova edição da pesquisa do Índice, com os dados projetados de dezembro. Como destaque da pesquisa, temos a indicação de crescimento da indústria de materiais de construção no mês de dezembro, assim como a confirmação dos dados consolidados do setor no ano de 2018.

Após três anos de queda no faturamento deflacionado, o segmento apresentou em 2018 crescimento de 1,2% em relação a 2017. Comparado a novembro/2018, o último mês do ano apontou resultado 0,2% superior no faturamento deflacionado. A comparação com dezembro/2017 registra queda de -2,5%.

Outro destaque fica por conta do nível de emprego na indústria de materiais de construção. Os últimos 12 meses (dez/17 a dez/18), comparados ao mesmo período do ano anterior, apresentam alta de 1,7% no número de vagas de emprego nas empresas do mercado. Em relação a dezembro/2017, a alta de empregos do setor é de 2,5%, enquanto que a comparação com novembro/2018 registra alta de 0,1%. O crescimento é relevante e trata-se de um indício mais forte da recuperação do setor, uma vez que até a última edição da pesquisa, com os dados até novembro/2018, a variação de empregos no acumulado do ano que terminou ainda era de queda, registrando -0,7%.

"2018 foi um ano de retomada para nós. O consumo no varejo movimentou os estoques e o resultado foi de crescimento, ainda que tímido, revertendo a sequência negativa estabelecida nos últimos 3 anos. Fechar o ano com aumento também na oferta de empregos é um sinal mais contundente não só de recuperação em termos de faturamento, mas também de uma retomada na importância socioeconômica do setor para a população. Durante o processo eleitoral, tivemos um segundo semestre de muita incerteza à espera de decisões por parte dos governos, além da natural contenção de investimentos do setor público. Com a definição da equipe de transição e agora a posse da nova legislatura, começamos a ter um cenário mais bem delineado para o futuro. Seguiremos, enquanto associação, promovendo o debate e conhecimento sobre as propostas da indústria de materiais de construção, que em 2019, deve manter um crescimento sustentavel." comenta Rodrigo Navarro, presidente da ABRAMAT.

Analisando os dois segmentos produtos do setor, os números apontam a contribuição mútua para o crescimento do faturamento da indústria de materiais de construção, com os materiais de base registrando alta no faturamento de 1,8% em comparação a 2017, enquanto que os materiais de acabamento registraram, no mesmo período, crescimento de 0,5% no faturamento anual.

Após o balanço de 2018, o índice de dezembro da ABRAMAT também apresentou a primeira projeção da associação para 2019, que acredita em um ano de sustentação da tendência de retomada do crescimento. A princípio, a associação, em parceria com a FGV (responsável pela condução pela elaboração pesquisa do Índice da ABRAMAT), estima que o ano de 2019 registrará alta de 2,0% para o faturamento do setor em relação a 2018.

(Redação - Investimentos e Notícias)