Magazine Luiza tem prejuízo de R$ 62,5 milhões no 2T20

  •  
Magazine Luiza tem prejuízo de R$ 62,5 milhões no 2T20 Foto: Divulgação

O Magazine Luiza (B3:MGLU3) anunciou hoje, 17, seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2020. Entre os meses de abril e junho, a companhia atingiu vendas totais de 8,6 bilhões de reais, um crescimento de 49% frente ao mesmo trimestre do ano passado.

Segundo a empresa, no mesmo período, a operação digital da empresa -- formada por site, superapp, marketplace, Netshoes, Zattini, Época Cosméticos e Estante Virtual -- apresentou a maior expansão do mercado: 182%.

No E-bit, o setor de e-commerce avançou 70,4%. O principal destaque da operação digital do Magalu foi o marketplace, responsável pela venda de produtos de 32 000 sellers, que cresceu 214% no trimestre.

Com a maior parte das lojas físicas fechadas, o e-commerce passou a representar 78,5% das receitas totais da companhia.

O Magalu registrou prejuízo de 62,5 milhões de reais, reflexo da decisão de fechar todos os pontos, mesmo antes dos decretos municipais e estaduais. O trimestre foi encerrado com uma média de 64% das lojas em operação. Em junho, as vendas totais do Magalu aumentaram 85%, com lucro de 93 milhões de reais.

Entre abril e junho, o Magalu gerou um caixa operacional de 2,2 bilhões de reais -- o maior já registrado pela companhia em um único trimestre. O caixa líquido total atingiu, em junho, 5,8 bilhões de reais.

Em julho, primeiro mês do terceiro trimestre, as vendas totais cresceram 82%. O e-commerce continuou em ritmo acelerado, com uma expansão de 162% em relação a julho de 2019 -- já com a Netshoes na base de comparação. Com cerca de 70% das unidades abertas, as vendas nas lojas cresceram 10%, reforçando a importância do mundo físico para a estratégia da companhia.

(Redação - Investimentos e Notícias)