Receita líquida da BR Distribuidora recua no 2T20

A receita líquida da BR Distribuidora apresentou redução de 38,1% no segundo trimestre de 2020 em comparação com o 2T19 em função, principalmente, da queda no volume dos produtos vendidos e redução do preço médio de realização. Na comparação Q o Q a redução foi de 29,8% pelas mesmas razões apresentadas.

BR Distribuidora anuncia lucro líquido de R$ 1.336 milhões

O EBITDA Ajustado da BR Distribuidora alcançado no terceiro trimestre de 2019 foi de R$ 771milhões, resultado 43% superior ao 2T19. Este valor equivale a um EBITDA unitário de aproximadamente R$ 74/m³, representando um incremento de cerca de R$ 20/m³ também na comparação trimestral. O incremento resulta principalmente do gradual reposicionamento de margens implementado ao longo do trimestre, além do benefício de receitas operacionais extraordinárias de aproximadamente R$ 73milhões ou R$ 7/m³.

Controle da BR Distribuidora deve mudar em 2017

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse hoje (27) que a venda de participações na BR Distribuidora deverá resultar na mudança de controle da empresa ainda no primeiro trimestre de 2017. A empresa atua no transporte de combustíveis da estatal.

Petrobras aprova venda de 25% da BR Distribuidora

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou, em reunião no último dia 6, a venda de 25% de ações da subsidiária BR Distribuidora. Atualmente, todas as ações da empresa de distribuição de combustíveis são controladas pela estatal Petrobras.

Petrobras elabora estudo para abrir capital da BR Distribuidora

Em mais uma medida do Plano de Desinvestimento da Petrobras, a companhia autorizou a elaboração de estudos para oferta pública secundária de ações da sua subsidiária Petrobras Distribuidora S.A (BR). A autorização divulgada ontem (1º) foi decidida pela diretoria executiva da companhia, em reunião no dia 30 de junho.

Defesa de sócios da Arxo nega pagamento de propina na BR Distribuidora

A defesa dos investigados da empresa Arxo, presos hoje (5) na nona fase da Operação Lava Jato, negou pagamento de propina para obter contratos com a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, conforme acusação do Ministério Público Federal (MPF). Com sede em Santa Catarina, a empresa fabrica tanques de combustíveis e caminhões-tanque.



Assinar este feed RSS