Toro está entre as 12 maiores fintechs de investimento do mundo

  •  
Destaque Toro está entre as 12 maiores fintechs de investimento do mundo Foto: divulgação

Atualmente as fintechs, empresas que aliam o setor financeiro à tecnologia de ponta, já são uma realidade no Brasil e no mundo.  

O setor de serviços financeiros está sendo transformado por novas empresas com ideias revolucionárias. Dos mercados de capitais aos seguros e do banco digital à gestão de fortunas, existem centenas de empresas promissoras ao redor do globo.

Recentemente, a CB Insights, plataforma de dados que está sempre de olho nas tendências do mercado, soltou sua lista das 250 principais fintechs do mundo. Anualmente, a CB Insights divulga sua lista sobre as fintechs que aplicam um mix de software e tecnologia para transformar o setor de serviços financeiros.

Entre os dados mais interessantes divulgados pela CB Insights está o fato de que 113 das 250 empresas listadas este ano são estreantes no ranking. Vale o destaque para a brasileira Toro Investimentos, conquistando um lugar entre as 12 fintechs mais relevantes na categoria “investimento de varejo & mercados secundários”.

A Toro tem conquistado cada vez mais o mercado brasileiro, e agora também tem chamado atenção no âmbito internacional, pois é a primeira entre as fintechs brasileiras a lançar sua própria corretora de valores independente na Bolsa de Valores do país.

As empresas foram selecionadas pela Intelligence Unit da CB Insights entre quase 4.000 candidatos e indicados com base em vários fatores, incluindo dados apresentados pelas empresas, modelo de negócios e dinâmica do mercado. Também foi usado o Mosaic Score, o algoritmo desenvolvido pela CB Insights, que mede o potencial geral de saúde e crescimento das fintechs.

Veja o mapa das 250 maiores fintechs do mundo em 2018:

2018-Fintech-250-Market-Map1

As 250 empresas de tecnologia e finanças vêm de 31 países diferentes, sendo que 44% delas são de fora dos Estados Unidos. Do total, 24 fintechs são do Reino Unido, 15 são da Índia, 11 da China, 8 do Japão e 6 do Canadá. Isso comprova um forte potencial de inovação também fora do já conhecido Vale do Silício, nos EUA.

Outro destaque interessante vem dos chamados unicórnios - fintechs que conseguiram conquistar valor de mercado igual ou maior que 1 bilhão de dólares. Uma brasileira fez sucesso nesse quesito: o Nubank apareceu na lista de unicórnios devido ao seu valor de mercado avaliado em 48 bilhões de dólares.

A lista divulgada pela CB Insights também mostrou que, desde 2017, essas 250 fintechs conseguiram arrecadar 31,85 bilhões de dólares em 373 negócios de financiamento.

Um dado importante de destacar sobre os financiamentos são as mega-rodadas de investimentos, chamadas assim porque podem movimentar 100 milhões de dólares ou mais.

De 2013 até a primeira quinzena de outubro deste ano, ocorreram 83 mega-rodadas, sendo 33 delas somente em 2018. O ano ainda nem acabou e, na comparação com 2017, já é possível perceber uma evolução, já que no passado ocorreram 23 mega-rodadas de investimento.

Entre os investidores que mais focaram em alavancar negócios de fintechs em 2018, a Ribbit Capital está em primeiro lugar. A empresa investiu em fintechs como Nubank, Revolut, PolicyBazaar, Robinhood, Wealthfront, Gusto, Coinbase, Cross River Bank e Upgrade.