Valid registra EBITDA de R$ 97,6 milhões no 3T19

  •  
Valid registra EBITDA de R$ 97,6 milhões no 3T19 Foto: Divulgação

A Valid (VLID3 -ON) anunciou hoje, 1º, seus resultados do terceiro trimestre de 2019. As informações financeiras e operacionais a seguir são apresentadas em base consolidada, de acordo com as normas internacionais de relatório financeiro IFRS.

 

No trimestre, a empresa teve um crescimento de 18,8% na comparação com o 3T18 (R$569,0 milhões vs. R$478,9 milhões).

No acumulado do ano, ela teve um crescimento de 13,4%, na comparação com o mesmo período em 2018.

No 3T19, o incremento de Receita Líquida é devido principalmente à Receita da operação de Meios de Pagamentos no Brasil e no exterior, que juntas apresentaram crescimento de 51,9%.

As operações no exterior apresentaram crescimento de 8,8% no 3T19 vs. 3T18 (US$ 66,5 milhões vs. US$ 61,1 milhões). No acumulado do ano, houve crescimento de 10,4% (US$ 182,8 milhões contra US$165,6 milhões).

O EBITDA da companhia fechou em R$ 97,6 milhões no 3T19, crescimento de 20,3% contra o 3T18. No acumulado do ano, o EBITDA totalizou R$ 228,4 milhões, 1,2% abaixo do mesmo período em 2018.

Excluindo os efeitos devido a adequação à Norma IFRS 16, o EBITDA do trimestre e ano teriam totalizado respectivamente R$ 91,0 milhões e R$ 211,0 milhões.

As operações no exterior apresentaram crescimento de 36,9%, contra o 3T18 (US$ 7,6 milhões vs. US$ 5,6 milhões) e representou, respectivamente, 31,1% e 27,3% do EBITDA total da companhia.

No acumulado do ano a empresa atingiu US$ 20,6 milhões, 29,4% acima dos 9M18. Enquanto a margem foi 17,2% no 3T19, superior em 2,5 p.p. à margem apresentada nos primeiros seis meses de 2019.

O lucro líquido no 3T19 registrou R$ 31,7 milhões contra R$ 23,8 milhões no 3T18, avanço de 33,2%. No acumulado do ano, o indicador atingiu R$ 51,7 milhões vs. R$ 57,0 milhões nos 9M18.

Excluindo o ajuste para adequação à Norma IFRS 16, a empresa registrou lucro líquido de R$ 36,9 milhões no 3T19 e R$ 55,0 milhões no acumulado do ano.

(Redação - Investimentos e Notícias)