Mercado de MPS cresce no Brasil

Mercado de MPS cresce no Brasil (Foto: Divulgação) Mercado de MPS cresce no Brasil

Gomaq pretende crescer 15% com os serviços de MPS em 2017

Segundo relatório da Transparency Market Research, o mercado de serviços de terceirização de impressão deverá atingir a marca dos US$ 95 bilhões em 2024. E diante da forte concorrência, o mercado de MPS (Serviços de impressão gerenciada) apresenta forte expansão no Brasil. De olho nesse segmento, a Gomaq pretende crescer 15% com os serviços de MPS em 2017.

O MPS nada mais é do que o gerenciamento do serviço de impressão. “Ele é um outsourcing ampliado, no qual há a terceirização de todos os processos relacionados à impressão, processamento, escaneamento, acabamento, distribuição de documentos e principalmente com controle através de softwares especializados. Hoje, com a tecnologia avançada podemos ter este controle remotamente, inclusive o descarte correto dos suprimentos utilizados”, explicou Danilo Munhos, gerente de marketing e vendas da Gomaq.

Vale ressaltar que entre os benefícios do MPS estão reduzir custos, melhorar a eficiência e reduzir os impactos ambientais. “Além disso, o MPS tem como objetivo entender a fundo o fluxo de documentos de cada empresa. Em muitos casos nem o cliente nem a empresa fornecedora do serviço de MPS conseguem enxergar o gargalo no fluxo de documentos porque ficam brigando por custo por página impressa e esquecem de analisar se o processo de impressão pode ser melhorado. Com a alta tecnologia, scanner e softwares disponíveis no mercado surgiu uma nova modalidade no mercado de terceirização de impressão que é o MDS (Managed Document Services) que são os Serviços de Documentos Gerenciados que envolve também a captura, tratamento de informação e automatização. Tudo isso gera muito mais facilidade para os usuários e para a empresa que contrata este tipo de serviço. ”, ressaltou Danilo.

Para finalizar, o gerente de marketing destaca algumas das principais vantagens do MPS para as empresas: aumento produtivo no core business, equipamentos corretos atendendo a necessidade de cada setor, diminuição dos ativos, redução de TCO (Total Cost Ownership) – custo total de propriedade, eliminação da contratação de Assistência Técnica, soluções específicas e customizadas para o negócio.

(Redação - Agência IN)