Prêmio Kaizen Lean: Embraco, WEG e Whirlpool são as empresas vencedoras da 2a edição realizada no país

Prêmio Kaizen Lean: Embraco, WEG e Whirlpool são as empresas vencedoras da 2a edição realizada no país Foto: Divulgação Prêmio Kaizen Lean: Embraco, WEG e Whirlpool são as empresas vencedoras da 2a edição realizada no país

Reconhecer o empenho das organizações na busca pela excelência e incentivar a adoção de práticas cada vez mais alinhadas à eficácia na gestão são os objetivos do Prêmio Kaizen Lean, que acaba de premiar os vencedores da 2a edição realizada no país.

Embraco, WEG e Whirlpool foram as vencedoras nas categorias Excelência na Qualidade, Excelência no Sistema de Melhoria Contínua e Excelência na Produtividade, respectivamente. A premiação contemplou ainda dois outros escolhidos: a Casa do Construtor, como Prêmio Especial – Excelência na aplicação da Metodologia Kaizen em novos setores; e Pablo García, presidente do Grupo Antolin para o Mercosul, como Embaixador Kaizen.

Ao todo, 45 grandes empresas inscreveram 60 projetos, o que demonstra a adesão das organizações à metodologia Kaizen Lean como solução efetiva para diferentes áreas e os mais variados setores, seja da indústria, serviço ou comércio. "A cada edição, temos tido mais projetos e, cada vez, eles têm maior visão de longo prazo, o que nos desafia muito na hora de avaliar e selecionar os finalistas e vencedores em cada categoria", destaca Ruy Cortez de Oliveira, CEO do Kaizen Institute Brasil.

As Três Categorias e Seus Finalistas

Categoria -“Excelência no Sistema de Melhoria Contínua”
Finalistas: WEG, Zen S/A e Sonae Sierra
Vencedor: WEG

Categoria -“Excelência na Qualidade”
Finalistas: Embraco, Telefônica e Docol
Vencedor: Embraco

Categoria - “Excelência em Produtividade"
Finalistas: Whirlpool, Plastipak e NEC
Vencedor: Whirlpool

O Prêmio Kaizen Lean também acontece em outros países (Espanha, Portugal, Romênia, Holanda, Alemanha, Polônia, Itália, Nova Zelândia, Peru, USA e Canadá) e, os vencedores dessas três categorias, seguem para concorrência de premiação mundial, que acontece no Japão, no começo de 2018.

premiokaizen
Da esquerda para a direita - Ruy Cortez, CEO do Kaizen Institute; André Líbio, gerente sênior de Manufatura da Whirlpool, e o Professor João Amato Neto, presidente da Fundação Vanzolini. Crédito: Rafael Garrote

premiokaizen1
Da esquerda para a direita: Euclides Serafim, project líder do Kaizen Institute; Elinaldo Barbosa de Araújo, fellow Quality Advisor da Embraco; Fábio Bordin, superintendente de Planejamento e Desenvolvimento do Instituo Mauá de Tecnologia (IMT); e Prof. Antônio Cabral, Coordenador do Departamento de Engenharia de Produção, do IMT. Crédito: Rafael Garrote.

premiokaizen2
Da esquerda para a direita: Daniel Simões, COO do Kaizen Institute; Silvio Aguiar das Neves , gerente Industrial da WEG; Reinaldo Stuart Junior, diretor Industrial e Desenvolvimento da WEG; professor Roberto Camanho, supervisor do Laboratório de Produtividade da ESPM e o professor Plínio Sousa, da ESPM. Crédito: Rafael Garrote

Parceiros e Apoiadores
Para essa segunda edição, o Prêmio Kaizen Lean contou com parcerias como: o Instituto Mauá de Tecnologia, a Faculdade de Administração de Empresas da ESPM, a Fundação Vanzolini e o Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP.

"O Kaizen é uma filosofia que promove um esforço para sermos melhor a cada dia, por meio da consistência e da incorporação de princípios e valores alinhados com qualidade e valor. O Instituto Mauá e eu nos pautamos também nesses atributos."
Antônio Cabral, coordenador e professor de Engenharia de Produção do Instituto Mauá de Tecnologia.

"O conceito de melhoria contínua é um dos pilares presentes nas praticas de administração e de gestão, sejam em serviços ou outro setor. Um ponto muito importante na avaliação dos projetos apresentados foi: observarmos quais as empresas que 'estão' alinhadas ao Kaizen Lean e quais 'são' de fato pautadas por essa filosofia."
Roberto Camanho, supervisor do Laboratório de Produtividade da ESPM.

"Foi uma boa surpresa conhecer o alto nível dos projetos apresentados. A forma como a empresa vencedora na categoria de Melhoria Contínua conseguiu integrar alta administração e operação na busca pela meta estabelecida foi ponto decisivo na escolha."
Fábio Câmara, professor integrante do Laboratório de Produtividade da ESPM.

"Inovação foi o grande diferencial que motivou a seleção da empresa vencedora na categoria Produtividade. Com simplicidade, a empresa conseguiu resultados expressivos, aumentando sua produtividade e o engajamento de seus colaboradores."
Paulino Graciano Francischini, professor no Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP e consultor em Lean Production na Fundação Vanzolini.

"A aplicação de estratégias bem definidas e de forma concatenado, promovendo melhorias alinhadas à visão de longo prazo, é um aspecto muito importante nos projetos que avaliamos. A escolha foi difícil, mas levou em conta a capacidade de melhor orquestrar os elementos necessários à geração do resultado desejado."
Dario Miyake, prof. Dr. na Escola Politécnica da USP e examinador da Fundação Vanzolini para o Prêmio Kaizen Lean – Excelência na Produtividade.

(Redação - Agência IN)