Captação líquida da poupança fica negativa no dia 21 de dezembro de 2020

  •  
Captação líquida da poupança fica negativa no dia 21 de dezembro de 2020 Foto: Divulgação Captação líquida da poupança fica negativa no dia 21 de dezembro de 2020

De acordo com os dados do Banco Central (BC), no dia 21 de dezembro de 2020 as retiradas na poupança superaram os depósitos. As retiradas somaram R$ 28,121 bilhões e os depósitos R$ 22,889 bilhões. A captação líquida ficou negativa em R$ 5,232 bilhões.

Em dezembro, até o momento, os depósitos totalizam R$ 251,643 bilhões, as retiradas em R$ 235,116 bilhões e a captação líquida positiva em R$ 16,527 bilhões. Os rendimentos creditados somam R$ 1,310 bilhão.

A caderneta de poupança registrou em novembro, captação líquida de R$ 1,479 bilhão, o mais fraco da sequência, depois de nove meses consecutivos de melhora. Em novembro, os depósitos somaram R$ 297,413 bilhões e as retiradas R$ 295,933 bilhões. Os rendimentos creditados totalizaram R$ 1,626 bilhão em novembro.

A captação líquida é 39% inferior ao registrado em novembro do ano passado, quando os brasileiros depositaram R$ 2,426 bilhões a mais do que tinham sacado. Nos últimos meses, a caderneta tinha quebrado uma sequência de recordes desde o início da série histórica, em 1995. Apesar do recuo no mês passado, a poupança acumula entrada líquida de R$ 145,707 bilhões de janeiro a novembro.

(Redação - Investimentos e Notícias)