Redação

ABIH-SP divulga projeções na hotelaria e turismo em 2018

Objetivando projetar os desafios deste ano, a ABIH-SP, a partir da análise dos dados de ocupação dos últimos ano, divulgou as projeções e desafios que a hotelaria, bem como o turismo paulista, terão em 2018.
Nos indicativos divulgados pela entidade, ficou evidenciado pela retomada econômica do segundo semestre de 2017, que neste ano tanto a hotelaria quanto o turismo, em especial o de negócios, devem retomar um crescimento mais sólido. “Projetamos que neste primeiro semestre teremos um crescimento de 5% a 7% na taxa de ocupação hoteleira e de 9% a 12% de aumento na demanda no turismo de eventos, corporativo e lazer se compararmos com os mesmos meses dos 3 anos anteriores” explica Bruno Omori, presidente da ABIH-SP.

Julgamento de Lula movimenta robôs nas redes sociais

O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre (RS), foi o evento político com maior repercussão nas redes sociais desde a abertura do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em abril de 2016. Somente na quarta-feira (24), houve 1,21 milhão de menções no Twitter sobre o julgamento apenas no Brasil. Para efeitos de comparação, a greve geral de 28 de abril de 2017 mobilizou 1,1 milhão de menções no Twitter no dia em que ocorreu, segundo dados do Monitor de Temas da FGV/DAPP. Já a abertura do processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff, em abril de 2016, mobilizou 1,5 milhão de menções também em 24 horas.

 

Tecnologia pode virar a quarta revolução industrial, diz professor da FGV

Os poderes transformadores da inteligência artificial, big data, internet das coisas, tecnologias móveis e blockchain vão gerar uma quarta revolução industrial, de acordo com o coordenador do MBA em Marketing Digital da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Miceli. Segundo ele, a evolução deve aumentar padrão, expectativa e qualidade de vida. No entanto, Miceli ressalta que também pode ter efeitos disruptivos, sobretudo no mercado de trabalho.

 

Poder de compra de avicultores se reduz

O poder de compra de avicultores frente aos principais insumos da atividade (milho e farelo de soja) tem diminuído em janeiro em relação ao observado em dezembro. Segundo pesquisadores do Cepea, ainda que os preços do cereal e do derivado de soja estejam em queda, o movimento de baixa nos valores dos ovos tem sido mais intenso. 

Assinar este feed RSS