FED reduz taxas de juros

Nesta quarta-feira, 18, o Banco Central dos Estados Unidos (Fed) anunciou um corte de 25 pontos nas taxas de juros, para um intervalo entre 1,75% e 2%. Além disso, o Comitê decidiu reduzir a meta de alocação da taxa de fundos federais para 1-3 / 4 a 2%. 

Criptomoedas tem semana de negociação volátil

As criptomoedas tiveram uma semana de negociação volátil com o bitcoin sendo negociado entre 10.000 e 10.300. “O apetite ao risco voltou ao mercado com a notícia de que EUA e China estavam descongelando suas negociações comerciais. O mundo das criptomoedas viu uma correção para o lado negativo no início da semana, pois o Bitcoin atraiu os fluxos de investidores como um porto seguro, então, naturalmente, ele estava sendo vendido contra outros ativos”, disse Alfonso Esparza, analista de mercado da OANDA.

  • Publicado em Bitcoins

Economia americana se expandiu em ritmo modesto

O Livro Bege mostrou que a economia americana se expandiu em um ritmo modesto até o final de agosto. Embora as preocupações com tarifas e incertezas nas políticas comerciais continuem, a maioria das empresas permaneceu otimista em relação às perspectivas de curto prazo.

Fed deverá chamar a atenção dos investidores

O dólar subiu mais de 1 % no dia de ontem (22), reflexo principalmente dos dados fortes dos EUA e da cautela com a participação de Jerome Powell em Jackson Hole hoje, após alguns dirigentes regionais do banco central americano alinharem-se contra corte de juros adicionais.

Dados econômicos no radar dos investidores

O contrato futuro do Índice Bovespa encerrou o pregão de ontem (21) em considerável alta. Esse movimento foi conduzido, principalmente, pela discussão sobre a privatização das estatais. Mesmo sem estar na lista das 17 empresas, foi anunciado que o governo pretende privatizar a Petrobras antes do fim da atual gestão. Além disso, o setor de construção civil também contribuiu para a alta do Índice com o anúncio que a CEF lançará uma linha de crédito atrelada ao IPCA.

Fed corta taxa de juros em 0,25 p.p.

Nesta quarta-feira, 31, o Federal Reserve (Fed) cortou a taxa de juros em 0,25 ponto percentual para o intervalo de 2% a 2,25% ao ano. na última reunião o Banco Central dos Estados Unidos havia cortado a 2,25% a 2,5%.

Assinar este feed RSS